Sem definição sobre reajuste salarial, Sindicato Apeoc convoca nova assembleia geral dos professores em Tauá

A indefinição sobre o reajuste salarial dos professores da rede municipal de ensino de Tauá está provocando incertezas na categoria, que já admite a possibilidade de deflagrar uma nova greve a partir de agosto.

O Sindicato Apeoc divulgou nesta terça-feira, 19, um mais um Edital de Convocação para uma nova assembleia geral no próximo sábado, 23, a partir das 9h da manhã no Auditório do Instituto Federal do Ceará, com o objetivo de discutir a questão salarial e definir as estratégias de mobilização da categoria em defesa do reajuste.

Edital

 

Negociações

Desde o início do ano que o Sindicato Apeoc vem buscando o diálogo com a Prefeitura de Tauá para definir o percentual de aumento, mas a proposta oficial só foi apresentada na última sexta-feira, 15, quando o Prefeito Carlos Windson propôs inicialmente, um reajuste de 2,58% retroativo a 1º de janeiro ou 4% a partir de junho(sem retroatividade).

A proposta foi levada para apreciação dos professores e rejeitada durante a assembleia geral realizada na noite do dia 15 de junho.

Em publicações nas redes sociais os professores avisam que sem reajuste salarial, o segundo semestre letivo não será iniciado.

Leia também

© 2018 – www.difusorataua.com.br – Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Auranet Hospedagem de sites