Polícia Civil estoura boca de fumo e prende traficante no Alto Brilhante

A Polícia Civil Tauá, prendeu no final da tarde desta segunda-feira ( 02), o traficante David Oliveira Feitosa, 22 anos. A prisão aconteceu na residência do mesmo, na Rua Francina Lima, no Bairro alto Brilhante, onde funcionava um ponto de venda de drogas.

Apesar da pouca idade, esta, é a quarta vez que o David é autuado por tráfico de drogas.

Como agravante a boca de fumo funcionava bem próxima a uma creche, instalada naquele bairro.

A Polícia chegou ao traficante através do disk-denúncia (88) 9.8134-6884. Durante o monitoramento feito pelos policiais civis, foi constatada uma movimentação de pessoas na casa do David, todos menores de idade. Quando os policiais entraram na residência, encontraram várias pessoas fazendo o uso de entorpecentes. Tanto o proprietário da droga como os usuários foram conduzidos à Delegacia para os procedimentos cabíveis. Os menores foram entregues aos respectivos responsáveis na presença de conselheiros tutelares que acompanharam a ocorrência.

Segundo disse o Delegado Regional de Polícia Civil de Tauá, Gisleian Lima, a boca de fumo estava funcionando há poucos dias e no interior do imóvel além do traficante David, também se encontravam a esposa dele, uma menor de 16 anos, um irmão que também tem 16 anos, e um terceiro menor cuja idade não foi informada. Durante averiguação foram encontradas numa jaqueta duas pedras de crack já embaladas para venda, e outras duas pedras no telhado da residência. Também havia a quantia de R$ 239,00 reais, cordões, relógios e celulares, além de outros apetrechos que caracterizam o tráfico de drogas.

Enquanto os policiais faziam as buscas no local, chegaram mais dois rapazes numa motocicleta, o Lucas Roger Souza Cruz, 23 anos, que saiu a poucos dias da prisão onde estava respondendo também por tráfico de drogas, e um menor. “Essa é uma clara demonstração da negligência dos pais com relação a esses adolescentes”, afirmou o Delegado.

Durante os procedimentos realizados na 14ª DP, David foi autuado por infração ao Artigo 33 da Lei dos entorpecentes, combinado com o Artigo 40, inciso 6º da mesma lei, que tipifica o aumento de pena pelo fato de haver diversos menores no local. O dono da boca de fumo ficou preso, os demais foram liberados.

Repórter: Lindon Johnson

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 – www.difusorataua.com.br – Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Auranet Hospedagem de sites