Operação policial prende e identifica acusados de cometer homicídios

Após um fim de semana muito violento na cidade de Saboeiro, onde três pessoas foram assassinadas, a policia militar 10ºBPM prendeu e identificou os acusados dos crimes cometidos naquele município.

Segundo os militares, após o homicídios que chocaram a todos, vários levantamentos foram realizados e equipes do setor de inteligência buscaram por informações, foi montado uma Operação Policial sob o Comando do Tenente Coronel Sobreira que comanda o 10ºBPM, com o intuito de localizar cinco indivíduos que são suspeitos da autoria dos crimes na cidade.

Com a identificação dos acusados, a operação tomou as ruas da cidade e após diligências e campanas realizadas durante os últimos dias, foi possível distinguir a residência de Antônio Lavanier, foram realizadas buscas no interior do imóvel que culminaram na apreensão de uma munição cal. 38, porém, o infrator não encontrava-se no local.

Dando continuidade às diligências, foi encontrada a casa de um segundo acusado, Jackson Maciel, onde foi localizado o veículo de marca modelo Fiat/Palio ATTRACTIV 1.0, cor azul, ano 2012/2012, placa FAO1152, inscrição de São Paulo – SP; utilizado para cometer os homicídios e prenderam o suspeito que, em seguida, delatou a articulação criminosa.

Posteriormente, as guarnições dirigiram-se ao domicílio de outro acusado, identificado por João Neto, sendo encontrados os seguintes materiais: – três jaquetas utilizadas no momento dos crimes; – uma espingarda artesanal cal.12; – uma espingarda cal.12, marca Boito; um rifle cal.44 sem marca e numeração visíveis; – um revólver cal.38, cano médio, oxidado, marca Taurus, capacidade seis tiros, – um revólver cal.38, cano médio, oxidado, marca Taurus, capacidade seis tiros; – um revólver cal.32, cano médio, oxidado, marca Taurus, capacidade seis tiros ; – seis munições cal. 44; cinco munições cal.12.

O 10ºBPM ainda informa que todos os elementos são pertencentes a Facção Comando Vermelho (CV), que tem como líder local o criminoso identificado como Islan Murilo, alcunha “MURILO”, que apresenta antecedência criminal por crime de trânsito e porte ilegal de arma de fogo, do mesmo modo que consta como testemunha de homicídio doloso – consumado. Após as diligências chegarem ao fim, o infrator e todo o material apreendido foram encaminhados a Delegacia Regional de Polícia Civil para lavratura de procedimento cabível.

Repórter: Jocélio Leite
Com informações da TV Centro Sul

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 – www.difusorataua.com.br – Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Auranet Hospedagem de sites