A Polícia Civil de Tauá prendeu na madrugada desta terça-feira (16), um homem identificado como ROBÉCIO DE ASSIS FEITOSA, 25 anos, em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pelo Judiciário da Comarca de Aiuaba.

Robécio é acusado da prática de dois homicídios em que foram vítimas Cícero Urbano de Araújo, e Graciliano Bezerra Pereira, fatos acontecidos entre os meses de abril e maio de 2017.

Na época, as investigações da Polícia Civil levaram a prisão do Ítalo Breno Alves Solano Feitosa, 19 anos, um dos envolvidos nos crimes, mas faltava a prisão comparsa Robécio, que foi preso nesta manhã.

Tanto o Breno, preso em 2017, como o Robécio preso no dia de hoje negam participação nos crimes, mas para a Polícia Civil não resta nenhuma dúvida de que foram eles os autores dos homicídios.

Os crimes:

O primeiro caso foi registrado em 20 de abril de 2017, contra o comerciante Graciliano Bezerra Pereira, 34 anos, que se encontrava em um lava jato quando chegaram dois homens em uma motocicleta e atiraram contra o mesmo, que foi atingido com vários tiros na cabeça, tórax e outras partes do corpo e morreu ao dar entrada na emergência do hospital de Tauá para onde foi socorrido. Graciliano era irmão do presidente da Câmara de Vereadores de Aiuaba, vereador Narcélio Bezerra.

O segundo homicídio aconteceu em 16 de maio de 2017, contra o também comerciante Cícero Urbano de Araújo. Cícero, tinha 29 anos e era proprietário de uma oficina de conserto de motos. A vítima se encontrava em seu estabelecimento na Vila da Barra/Aiuaba, quando chegaram dois indivíduos numa moto como se fossem consertar a motocicleta, sendo que o garupeiro sacou uma arma e atirou várias vezes contra o dono da oficina que morreu no local.

A prisão de um dos acusados, o Breno, foi feita no dia 31 de maio de 2017, numa operação conjunta das Delegacias Regional de Polícia Civil de Tauá, sob o comando do Delegado Gisleian Lima, e por uma equipe da Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) comandada pelo Delegado George Monteiro. Faltava a prisão do segundo envolvido o que aconteceu nesta manhã numa operação da 14ª DRPC de Tauá através do Delegado Gisleian Lima e inspetores Willian e Cristiano.

Robécio foi preso na casa de familiares na localidade de Barra Verde, na zona rural de Aiuaba. Na casa também foram apreendidas duas arma, sendo um Revólver calibre 38, com capacidade para 6 tiros, com 6 munições intactas e um rifle calibre 38 com 8 munições. Robécio assumiu ser o proprietário das armas e também foi indiciado por posse irregular de arma de fogo. Ele está recolhido ao xadrez da 14ª DP de Tauá à disposição do Judiciário.

Repórter: Lindon Johnson

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 – www.difusorataua.com.br – Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Auranet Hospedagem de sites